A cerâmica da tribo Wauja em Santa Tereza - Santa Tereza Tem
Logo

A cerâmica da tribo Wauja em Santa Tereza

A cerâmica da tribo Wauja em Santa Tereza e em BH

Reportagem e imagens: Letícia Assis Com tantos rituais e beleza nativa, os índios Wauja chegam em Belo Horizonte para mostrar e comercializar sua arte na Asa de Papel Café & Arte, localizado na rua Piauí, nº 631, bairro Santa Efigênia. A exposição no Asa de Papel começou na segunda feira (10) e fica até sexta-feira (14). Em Santa Tereza eles marcam presença, na Casa Juta, à Rua Almandina nº 56, a partir do dia 14, sexta-feira. O povo indígena da tribo Wauja – leia-se “waurá”-  está presente no Brasil desde quando nosso país foi descoberto. A primeira notícia sobre a tribo foi registrada pelo etnólogo alemão Karl von den Steinen no diário de sua primeira expedição ao Brasil Central, em 24 de Agosto de 1884. Hoje os Wauja habitam o Parque Indígena do Xingu.Os índios Wauja são bem conhecidos pelo artesanato que produzem, através da cerâmica, bancos, do grafismo em seus cestos, da arte plumária e suas máscaras utilizadas em rituais. A cerâmica é um dos domínios tecnológicos e artísticos com maior força interpretativa sobre sua história. No Alto Xingu, o equipamento doméstico, necessário para a produção da cerâmica, é praticamente o mesmo desde os últimos 1000 anos, em uma perpetuação da sua cultural original.  Torradores de beiju, suportes cônicos e grandes panelas com bordas extrovertidas, arredondados e/ou achatadas, continuam sendo intensamente fabricadas e utilizadas pelos Wauja. O dom da cerâmica, segundo eles, vem da crença  no mito da grande cobra-canoa chamada Kamalu Hai quee, que  lhes passou a sabedoria sobre a arte oleira. Antes de ir embora ela defecou e criou os depósitos de argila ao longo o rio Batovi, que é usada para a produção das cerâmicas. Aproveite essa passagem da cultura indígena por aqui para conhecer de perto um pouco de nossas raízes Wauja e a beleza de seu trabalho. Serviço Exposição e comercialização arte Wauja  Asa de Papel Café & Arte; Rua Piauí, nº 631, bairro Santa Efigênia, até dia 14 de dezembro. Casa Juta: Rua Almandina nº 56, a partir de 14 de dezembro até março.  

Anúncios