Logo

Alegria e descontração no Mercado Vivo + Verde

Alegria e descontração no Mercado Vivo + Verde em Santa Tereza

O último evento Mercado Vivo + Verde,  realizado no estacionamento do Mercado Distrital de Santa Tereza, no dia 8 de julho, teve a marca da descontração e alegria.  O evento é realizado de dois em dois meses, pelo coletivo, Mercado Vivo,  que tenta junto à prefeitura promover a reabertura do local, é uma forma de ocupação pela comunidade do espaço, que está fechado há vários anos. Estagiários Brass Band (EBb)

Estagiários Brass Band (EBb) no Mercado Vivo + Verde arrasta o público pelo estacionamento do Mercado Distrital. #santateterezatem

Posted by Eliza Peixoto on Sunday, July 8, 2018
Gastronomia, atividades para as crianças, shows musicais e apresentações circenses, além de feiras de artesanato e arte, brechó, produtos orgânicos, alimentação artesanal, de livros e vinis e CDs raros fizeram parte da programação.  Grande parte dos expositores é de Santa Tereza e a eles se juntaram outros de vários bairros da cidade e até do Vale do Jequitinhonha. Na gastronomia não faltaram à tapioca, comida mineira (feijão tropeiro, frango e costelinha com quiabo e angu) churrasquinhos, pasteis, doces, entre outras delícias. A criançada e também os adultos se divertiram com as apresentações dos artistas da Casa de Circo Gamarra, que tem sede em Santa Tereza, à Rua Conselheiro Rocha, na Vila Dias. O músico, Flávio Boca, morador do bairro foi uma das primeiras atrações musicais, mostrando, além de composições autorais, os grandes sucessos da música popular brasileira. Os grupo Estagiários Brass Band (EBb), Canteiros, Boi do Além e o músico Max Lisboa fizeram o público cantar e dançar.

Luana Campos Silva

A moradora da Rua Formosa, Luana Campos Silva, professora de dança do Centro de Danças Luana Campos, com sede à Rua Hermilo Alves, observou que “é importante poder estar aqui, nessa luta juntos para reabrir o mercado, que pode vir a ser um espaço de arte, que representa muito bem o nosso bairro. É muito interessante ver gente de todas as idades, participando e contribuindo por um bairro mais solidário”. Rede Lixo Zero

Wilma Da Silva Esteva – Presidente da cooperativa explica sobre a Rede

Alguns integrantes da Rede Lixo Zero de Santa Tereza fizeram uma apresentação sobre como funciona o sistema de recolhimento de resíduos sólidos, que vem sendo implantado gradativamente no bairro. Durante o evento, várias pessoas aproveitaram para descartar de forma correta o lixo seco, que trouxeram de casa. Todo o resíduo produzido, descartáveis, restos de comida, plásticos, papel, foi recolhido pela Coopersol Leste, que irá processá-lo, garantido lixo zero no evento. A Rede  é um movimento solidário e colaborativo de coleta seletiva de resíduos, integrada pela Escola Municipal Prof. Lourenço de Oliveira (EMPLO), Associação Comunitária (ACBST), Instituto Nenuca de Desenvolvimento Sustentável (ICEA), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Cooperativa Solidária de Trabalhadores e Grupos Produtivos da Região Leste (COOPESOL LESTE) e  apoio do Portal SANTATEREZATEM. Conta ainda com a participação da Prefeitura de Belo Horizonte, que cede o caminhão de coleta.  

Anúncios