Exposição Minas Entre -cenas no Cine Santa Tereza - Santa Tereza Tem
Logo

Exposição Minas Entre -cenas no Cine Santa Tereza

Exposição Minas Entre -cenas no Cine Santa Tereza inspirada na produção cinematográfica

Últimos dias para os amantes da sétima arte visitarem  a exposição Minas Entre-cenas,  no  no MIS Santa Tereza.   A mostra apresenta o cenário de Minas Gerais a partir de estudos sobre os cineastas mineiros, os polos de cinema, o modo de vida, as salas de cinema feitos por alunos do  6º período das disciplinas Exposição Museológica e Conservação em Museus, oferecidas no segundo semestre de 2017 e no primeiro de 2018.

Segundo Carlos Alexandre,  que cursa museologia na UFMG, faz parte da mostra o material de memória individual de cada aluno produzido no período de 12 meses em que foi feita uma pesquisa profunda sobre o cinema mineiro.

Um pouco do que pode ser visto na exposição que termina no domingo, 8 de julho.

A mostra é dividida em módulos. O Modulo Roteiro contém um dicionário sobre os principais verbetes e palavras usadas no cinema, com interatividade para o público. Por exemplo, no verbete cena, o visitante levanta a plaquinha e vê toda a descrição sobre o tema.  Alexandre explica que o visitante vai visualizar os  polos do cinema de Belo Horizonte, Barbacena, Cataguases, que homenageiam seus cineastas precursores do cinema mineiro, como italiano Igino Bonfioli e Aristides Junqueira (Belo Horizonte), Paulo Benedetti (Barbacena), Francisco de Almeida Fleming (Pouso Alegre e Ouro Fino), os irmãos Carlos e Américo Masotti (Guaranésia), Pedro Comello e Humberto Mauro (Cataguases) e Luiz Renato Brescia (Juiz de Fora).

Desta forma, o publico é remetido à produção cinematográfica, com ambiência que lembra um set de filmagem, onde as pessoas podem experimentar perspectivas de diferentes personagens envolvidos com o ofício do cinema: roteirista, diretor, ator, sonoplasta, projecionista e espectador.

Interatividade

A exposição, de acordo com Alexandre,  foi trabalhada com imagens, sons, interatividade e possibilidade do visitante manipular os objetos. Além disso há preocupação com a acessibilidade e as questões do educativo.A sala do projecionista exibe durante todo o tempo o filme A Velha a Fiar,  de Humberto Mauro,  onde o visitante pode se assentar nas  antigas cadeiras de madeira comuns às salas de projeção.  Tem ainda um acervo de maquinário pertencente ao Museu da Imagem e do Som e à UFMG.

Módulo figurino

No módulo de sonoplastia o visitante por meio da manipulação dos objetos pode assistir trechos de filmes produzidos em Minas Gerais de 1920 a 1960 e fazer a simulação de sua sonoridade.

Minas Entre-cenas foi montada no MIS – Cine Santa Tereza, que é  único cinema de rua público em Belo Horizonte. “O visitante poderá envolver-se com uma narrativa que explora o ‘ofício cinema’, imaginando como, em outros tempos, captavam-se imagens e produziam-se as películas que ganhavam as salas de exibição pelas mãos dos projecionistas. Esperamos que esse contato seja uma experiência capaz de despertar memórias e provocar questões sobre a preservação do patrimônio audiovisual de Minas Gerais”, afirma a professora Verona Segantini, da Escola de Belas Artes, uma das organizadoras da exposição.

Além de 13 alunos do curso de Museologia, o trabalho também envolveu colaboradores de outros cursos. De acordo com a estudante Elizabeth Moreno, a produção de uma exposição desse porte oferece contribuição decisiva para a formação dos estudantes, por ser a primeira atividade prática para muitos deles. “É um momento que possibilita experimentar conceitos abordados ao longo da graduação”, argumenta.

A mostra poderá ser visitada até 8 de julho, de terça a sexta-feira, das 10h às 21h, e aos sábados, domingos e feriados, das 16h às 21h. O MIS Cine Santa Tereza está localizado na Rua Estrela do Sul, 89, no bairro Santa Tereza.

Anúncios