BAÚ DE HISTÓRIAS DE PAULO FERNANDES - Santa Tereza Tem
Logo

BAÚ DE HISTÓRIAS DE PAULO FERNANDES

Noticia_28(1)O belo-horizontino Paulo Fernandes, 44 anos, é um apaixonado pelo mundo literário. Com um pequeno baú nas mãos e, às vezes, com um avental, ele roda a cidade para levar alegria e encantamento a crianças e adultos. Paulo é a atração do próximo domingo na praça Duque de Caxias, em Santa Tereza, no projeto Santa Leitura na Praça, idealizado pela artista plástica Estella Cruzmel.   Bancário, filósofo, ator e contador histórias, Paulo entrou no mundo da oralidade de maneira nada planejada. Foi durante uma festa infantil, na qual trabalhava como animador. “Meu colega pediu para que eu contasse uma história para as crianças. Tive que inventar na hora”, diz. E não parou mais. Foi se aprimorando e conheceu pessoas que já dominavam a arte. É o caso da contadora de histórias, Beatriz Myrrha. “Considero a Beatriz com uma das maiores contadoras de histórias da atualidade”, afirma. Paulo foi tomando gosto pela empreitada e passou a ver que as pessoas estavam carentes de histórias Noticia_28(2)que não fossem narradas pela televisão.  “Vivemos uma contemporaneidade em que as pessoas se afastam e a contação de histórias possibilita o encontro”, explica A inspiração de tantas histórias vem de escritores como Manoel de Barros, Bartolomeu Campos de Queiróz, Clarice Lispector, entre outros. Sua grande paixão também é pela tradição oral, quando se propõe a transmitir contos africanos, oriental e indígena. Paulo está sempre aberto a convites. Ano passado participou do projeto “Ouço, Crio e Recrio”, no Sesc Palladium, em BH, que o projetou ainda mais no cenário da contação de histórias. No próximo dia 21, ele embarca para São Paulo (SP), para participar do XVII Congresso e Feira de Educação – Saber 2013, onde irá ministrar a palestra: “A Contação de histórias como mediadora da felicidade no ensinar”.    Ele, eventualmente, participa também do projeto Terças Poéticas, do Palácio das Artes, além de apresentações em livrarias da cidade, como na KD Meu Livrinho, no bairro São Bento. O que faz de uma pessoa uma boa contadora de histórias? “Ela tem que gostar de ouvir histórias”. Então, domingo é o dia de escutar as de Paulo Fernandes na Praça Duque de Caxias, a partir das 9h.  Contatos: paulofilosofo@hotmail.com Facebook: paulofernandes

Anúncios